31 maio 2007

A Feira Laica também vai lá estar!!


A convite da Associação Tocá Rufar,
a associação cooperativa Feira Laica desloca-se até ao Seixal (antiga fábrica Mundet) em Junho. A programação da feira incluirá:
+ Banca de artesanato e new crafts.+ Ocupação de um dos antigos edíficios da Fábrica Mundet, com:#1:
Exposição de ilustração Chiu! Os tom-toms ecoam nas profundezas da selva, que tem já a participação confirmada de: Rosa Baptista, Artur Varela, Filipe Abranches, Luís Henriques, Teresa Amaral, Edgar Raposo, Joana Figueiredo, Ana Menezes, André Lemos, Pedro Zamith, João Maio Pinto e José Feitor (mais informação em baixo).

#2: Exposição de uma selecção de trabalhos do Grande Prémio de Desenho, uma iniciativa dos colectivos A Mula e Senhorio, que decorreu no Porto entre 20 de Abril e 4 de Maio últimos e que agora viaja até ao Seixal.#3: Oficina de fanzines, durante os três dias do festival, em horário a definir, coordenada por João Bragança, Joana Figueiredo e José Feitor e que contará com a presença do atelier de serigrafia Mike Goes West, que permitirá aos participantes criar no momento capas para os fanzines usando essa técnica de impressão. A oficina está aberta à participação de crianças e jovens e dela resultará um fanzine, elaborado, policopiado e montado na hora!#4: Ainda no edifício ocupado: Banca de edições independentes e venda de originais de ilustração, a cargo da associação Chili com Carne com a participação das editoras Thisco e Milk and Wodka.CHIIIUUUU! OS TOM-TOMS ECOAM NAS PROFUNDEZAS DA SELVA!
Exposição de desenho e ilustração integrada no Festival Portugal a Rufar 2007, no âmbito da 6ª Feira Laica.
Pálido, quase irreconhecível, Tarzan suspendeu a respiração enquanto se confirmavam as suas piores suspeitas: A ofensa do homem branco não havia sido esquecida e toda a selva revelava, em crescendo, a sua incontida fúria através do ressoar de inumeráveis tom-toms. As peles dos animais mortos, secas, esticadas e percutidas em ritmos frenéticos, anunciavam a aterrorizante represália. O mato selvagem reclamava aquilo que lhe cabia por direito. Enquanto o rei da selva ia deitando contas à vida, Jane, alheia à ameaça, pintava as unhas e Cheetah catava o seu companheiro.

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home